Tag Archives: Serra do Cipó

Carnaval 2011: Serra do Cipó!

1 mar

Casa do Sr. Cornélio, dentro do camping Serra Morena

Se você é daqueles que adora fugir da cidade grande sempre que pode, o Carnaval é uma boa oportunidade para fazer isso! Apesar de ser uma época do ano em que os campings, reservas naturais e cidades do interior que possuem esse tipo de atrativo ficam abarrorados de gente, esta é uma época do ano com  calor e chuvas, o que garante quedas d’água com um maior volume (cachoeiras mais bonitas!) e aquele calorão que faz a gente querer correr pra água gelada só assim pra animar.

Eu, mineira que sou, adoro fazer esse tipo de programa. E Minas Gerais, com tanta montanha e tanto rio, é o estado perfeito pra isso! Claro, o Brasil tem muitas opções pra esse tipo de programa, mas Minas sem dúvida tem um que merece destaque: a Serra do Cipó!

Juquinha! Um símbolo da Serra do Cipó

Localizada a apenas 90km de BH, a Serra do Cipó é conhecida pela maioria dos mineiros e por muitos de outros lugares. São cem mil hectares de extensão, com uma riquíssima vegetação do cerrado, incluindo aí espécies que só existem lá.

Mas não é só essa riqueza que atrai os turistas, a Serra do Cipó possui inúmeras cachoeiras, corredeiras, piscinas naturais, cânions e trilhas, o que faz da serra o ambiente perfeito para a prática de esportes radicais, como trekking, escalada, rapel, rafting, mountain bike, cavalgada, entre outras modalidades.

Escalada, Mountain bike, Trekking, Rapel e Rafting. Tudo na Serra!

Para cuidar de um espaço tão grande e de tanta importância, a região conta com o Parque Nacional da Serra do Cipó, que abrange 4 cidades da região: Santana do Riacho, Jaboticatubas, Conceição do Mato Dentro e Morro do Pilar.

O acesso à Serra é fácil, basta seguir por 100 km pela rodovia MG-010, via Lagoa Santa. As opções de acomodação são muitas, vão de pousadas simples às mais completas e bem estruturadas, passando também por campings diversos, muitas vezes localizados bem próximo às cachoeiras. É só escolher e aproveitar!

As cachoeiras, piscinas naturais e poços são muitos, muitos mesmo! Não acredita? Dá uma olhada:

Cachoeira do Tabuleiro

Cachoeira do Tabuleiro: é a maior cachoeira de Minas, a terceira maior do Brasil, com 273 metros de altura! E aí, tá bom pra você? Bom, então se prepara. Pra chegar lá você tem que caminhar muito! São umas 3 horas de caminhada, no mínimo, com muita exigência dos joelhos. Portanto, se tiver algum probleminha nessas articulações, pense bem antes de ir! Levar carboidrato e água é essencial! Prepare-se para molhar os pés no caminho, pois parte do trajeto é de pedra em pedra, no leito de um rio! Quer saber se vale a pena? Demais!!! Você vê a queda d’água da cachoeira horas antes de chegar até ela, o que aumenta ainda mais a expectativa. Muito legal. Ah! A cachoeira fica sem luz na parte da tarde(?) por causa da sombra do paredão, ok? Então, prepare-se pra água gelada!

Poço Pari, na Serra do Cipó.

Poço Pari: esse poço fica na cidade de Tabuleiro, ponto de partida pra cachoeira grandona. Antes ou depois de ir pra cachoeira do Tabuleiro, vale demais dar uma passada nesse pocinho, que é lindo! No Arraial tem uma lanchonete que tem um suco de hortelã muito gostoso. Putz esqueci o nome, mas é bem gostoso!!! Se lembrar (ou se alguém souber de onde estou falando) coloco aqui depois, ok?

Cachoeira da Caverna

Cachoeira da Caverna: Essa cachoeira fica dentro de um camping, na estrada da Serra a uns 8 km depois do Véu da Noiva. É uma parada legal pra quem está voltando da Serra e quer dar uma última passada em alguma cachoeira para conhecer ou mesmo pra quem vai passar só um dia na Serra. Não costuma ficar muito cheia, porque não é muito popular e ão oferece taaaaanta coisa pra fazer, além da capoeira. Mas é linda! Para crianças pode não ser uma boa opção, pois não tem uma prainha na beira do lago, ok?

Cachoeira Rabo de Cavalo

Cachoeira Rabo de Cavalo: essa cachoeira é linda. E pra quem não arrisca a ir pra Cachoeira do Tabuleiro por causa do esforço físico necessário, pode ser uma ótima alternativa! Por quê? Bem, quando eu fui nesta queda d’água, achei o caminho bem parecido. Você vê a cachoeira à distância, também faz um trajeto longo, porém menos técnico e termina andando em cima de pedras, também no leito de um rio. Perde em tamanho, é verdade, mas não na graça do programa pra quem gosta e também é muito bonita. Outra vantagem? Bate sol a tarde toda! hahaha

Cachoeira na Serra Morena

Cachoeira Serra Morena: A Serra Morena é quase um complexo. É uma propriedade privada que tem cachoeira, poço, muita área pra trekking, é realmente show de bola. Fui lá 2 vezes pra acampar e sei que atualmente eles têm também estrutura de pousada. Bom demais, né? Você escolhe: conforto ou a essência da coisa. Na área de camping tem restaurante, banheiro com ducha (não lembro se era quente) e tanque. É também uma ótima opção se você quer dar liberdade para as crianças/jovenzinhos, sem no entanto perder o controle, sabe? É um dos meus lugares prediletos na Serra, embora no Carnaval, com certeza deve ser um dos lugares mais lotados (rs). Agora a parte ruim. Verdade seja dita. A última vez que lá acampei eu e a minha turma ficou assustada com o tratamento dado pelo então dono a seus clientes. O cara andava de moto no meio das barracas, fazendo o maior barulhão de madrugada e era daí pra pior. Infelizmente não consigo não indicar o lugar… porque AMO lá. Mas, o carinha era muito desrespeitoso, pra não falar coisa pior.

Cachoeira Grande

 

Cachoeira Grande: fica bem na entrada da Serra do Cipó. É uma cachoeira urbanizada, boa opção para crianças. Lá você tem a disposição um restaurante, churrasqueira e banheiros. Claro que para isso há a cobrança de taxa para entrar.

Poço das Ninfas

Poço das Ninfas: Esse poço, ou melhor, esse pocinho, é simplesmente maravilhoso! Não consigo terminar esse post sem antes falar dele. Parece que você está no Senhor dos Anéis. A luz bate de um jeito diferente, com tanto verde filtrando os raios de sol. I-M-P-E-R-D-I-V-E-L. Fica bem próximo à Conceição do Mato Dentro e é uma visitinha rápida, porque lá não tem qualquer estrutura pro visitante. Neste caso, ainda bem, porque acredito que isso ajuda a preservar o lugar!

Agora as recomendações, porque também não vou deixar vocês partirem nessa aventura sem antes deixar aqui algumas dicas né, people?

1- A Serra do Cipó tem uma infinidade de cachus, coloquei aqui algumas que conheço, ok?

2- Se você tem um carro que aguenta o tranco de estradas de terra, não é necessário um carro 4×4 (embora esse tipo de veículo nos dê uma certa tranquilidade nesse tipo de terreno, né?). Mas também não vá inventar de tacar o seu possante rebaixado na terra, né? Só pode dar errado isso! O bom senso é seu melhor aliado. das cachoeiras que listei aqui, todas você consegue chegar de carro normal, com exceção da rabo de cavalo. Nessa já passei um perrengue pra chegar, mas tem muito tempo isso.

3- Se estiver com qualquer dúvida, não hesite em tentar esclarecê-las com os locais. Informações de trajeto, condições da estrada e sugestão de passeios são alguns dos tipos de ajuda valiosa que muitas vezes conseguimos in loco.

Salão de Pedras, o famoso pastel de angú e uma das igrejinhas da cidade!

4- Se você quer desvendar a Serra, uma boa opção é se instalar em Conceição do Mato Dentro. A cidade possui uma estrutura razoável, com banco do Brasil e Bradesco (na época que fui só tinha esses 2 bancos), supermercado, bares, pousadas e hospedagens. Ah! E lá também tem o famoso pastel de angú! Dizem que esse pastel surgiu lá… delícia! Ah! Tem também o salão de pedras, muito legal de se visitar. E em se tratando de carnaval, a cidade tem uma festa bem gostosa, com blocos de rua e shows à noite Uma ótima opção, pois é festa na medida certa. Saiu da pracinha você volta a ouvir o barulho de grilos do interior. Bom, deu pra perceber que eu amo a cidade, só não faço um post só pra ela agora porque o carnaval tá aí, né?

5- A Serra não tem posto de gasolina! O último local de abastecimento fica em São José da Almeida. Depois, só em Conceição, que fica a 167km da capital.

Quer pesquisar mais pra saber onde ficar? Dá uma olhada aqui.

E agora Eu que Te Pergunto: Curte acampar? Conhece a Serra do Cipó? Deixe aqui a sua dica pra gente!

Voltar ao início

Anúncios